sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Análise - Mortal Kombat Trilogy



Mortal Kombat Trilogy é considerado um relançamento de Ultimate Mortal Kombat 3, porém com vários personagens jogáveis. Foi lançado em 1996 para Nintendo 64, Playstation, Sega Saturn e PC. A seguir, você verá uma pequena análise sobre o game e a nota considerável que achei do game. O game foi analisado nos consoles Playstation 1 e PC.

A Favor


  • O game não possui jogadores secretos e não-jogáveis (referindo-se as versões de Sega Saturn, Playstation e PC);
  • O único jogador secreto é Chameleon (ou Khameleon, para a versão de Nintendo 64) e ele pode ser jogável muito facilmente;
  • Todos os lutadores dos 3 primeiros jogos da franquia estão em Trilogy, inclusive os não-jogáveis (tirando para a versão de Nintendo 64);
  • Tiraram o Kombat Kodes, da qual desbloqueava-se personagens (ainda permanece em Nintendo 64, para desbloquear Human Smoke e Khameleon);
  • Alguns personagens como Human Smoke e Scorpion, sofreram mudanças em seus fatalities;
  • Pode-se jogar com alguns personagens de Mortal Kombat I e II. Eles possuem até combos;
  • As opções situada no Menu do game possui uma opção secreta que pode ser desbloqueada através de códigos com o controle;
    • Nesta opção secreta, você pode fazer Fatalities, Brutalities, FriendShip e Animalities com apenas um botão.
  • Johnny Cage agora está presente; 
  • Baraka e Raiden foram transportados do Mortal Kombat II para o Mortal Kombat Trilogy;
    • Essa situação lembra Mortal Kombat Unchained, da qual, Kitana, Frost, Blaze e Jax foram tirados de Mortal Kombat Deadly Alliance sem nenhuma modificação (diferente de MKT).
  • Esse game mostra nitidamente o que realmente faltou em Mortal Kombat 9 (2011);
    • Mais especificamente: a falta dos personagens Khameleon e Chameleon, Smoke só possui sua forma humana e dentre outros;
    • O game também é mais propício para os jogadores de Mortal Kombat 9, pois Smoke possui sua forma humana, jogável e sem qualquer tipo de código para jogá-lo.
  • Possui arenas tanto de Mortal Kombat II, tanto de Mortal Kombat III.

Contra 

  • O fato de Khameleon e Chameleon não serem jogáveis no mesmo console;
  • É necessário o uso de Popsloader, para que não trave ao jogar em um PSP;
  • Para o N64, possui diversos erros notáveis, alguns até relacionado ao som;
  • Para N64, Sub-Zero sem-máscara foi descartado. Sub-Zero mascarado acabou ganhando novos poderes para compensar;
  • Chameleon chegou até a aparecer em N64, seu ícone (para a seleção de personagem) era uma versão de Rain. Entretanto, foi descartado mais tarde;
  • Aggressor não é tão inovador quanto parece.
O que poderia melhorar?


Já devo ter falado que Mortal Kombat Trilogy foi um dos meus sonhos de consumo desde a uns tempos atrás, apesar de eu só conseguir jogar pelo PC e jogar em um console a umas semanas atrás. É até meio difícil achar defeito no game, pois tem tudo em um só. É como se fosse uma coletânea. Uma das coisas que eu acharia bem interessante que fosse no game, é que Khameleon não fosse exclusiva para a versão de Nintendo 64 e que Chameleon também aparecesse no mesmo console. Só isso que eu achei mais necessário para o game.

Nota




8,8



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Muito obrigado!

Muito obrigado!
Shao Kahn Mortal Kombat Video Game